Entenda o que é o IRPJ, Imposto de renda pessoa jurídica [na_cidade]

Entenda como funciona o processo do IRPJ

IRPJ, ou seja, Imposto de Renda de Pessoa Jurídica, é um processo de declaração de imposto para que as empresas transpareçam ao estado todo o seu ganho.

Pessoas jurídicas são as empresas, organizações (governamentais ou não), entidades especificas de atuação dentro de um fim.

Essas instituições são pagarão um valor específico de imposto em seu cadastro jurídico, e até mesmo as empresas que não são registradas em tal cadastro deverá realizar o pagamento das taxas bem como a declaração do imposto.

As empresas que se enquadram no pagamento do IRPJ , variam de empresas que já esteja com o seu estado de falência aberto, a estatais, passando por negócios rurais e sociedades mistas.

  • Como calcular

Depende do modelo tributável escolhido pela empresa, o IRPJ varia abruptamente. Porém, mesmo havendo essa diferenciação na alíquota, geralmente é cobrado, independentemente do modelo de atuação empresarial escolhido pela empresa/instituição, 15% em cima de todo lucro angariado.

O ponto fora da curva são em definitivos pontos, estes são, fusões de empresa, de modo geral. Na verdade, podemos transferir esse conceito para empresas fundidas, já que é a maioria desses casos que o valor lucrado pela empresa é superior  cada parcela e multiplicado pelo número de meses, resultando num valor maior a R$20.000,oo. Nesses casos, além dos tradicionais e intransferíveis 15%, será taxado acima, mais 10% sobre todo o lucro angariado pela instituição.

  • Tipos de Tributação

Não basta simplesmente escolher qual tipo de modelo tributável para a sua empresa ao bel prazer, mas sim, é importante que esse modelo venha a se enquadrar dentro dos moldes de atuação do seu negócio. Para isso, existem quatro modelos tributários para que você venha se enquadrar a sua empresa. São eles, o lucro real, o lucro simples, o lucro presumido e o lucro arbitrário.

Lucro Real

É o molde de tributação onde a maioria das empresas se enquadram para a declaração do IRPJ . Bancos, redes de previdência privada, seguradoras estão dentro deste metiê, no qual participam as empresas que possuem um lucro superior a R$48.000,00 em relação ao ano anterior.

Lucro Simples

Também é chamado de Simples Nacional. É o regime de pagamento do imposto de renda para pessoa jurídica , que se enquadra nos moldes de empresa de pequeno porte ou microempresa. Nesse caso, a alíquota varia entre 4 e 16% e tem relação com a atividade exercida pela empresa.

Lucro Presumido

É uma forma mais simples para se determinar o cálculo do IRPJ da empresa. Como o próprio diz, presume-se a quantia angariada pela empresa relacionado a receita de forma bruta, ou seja, as entradas e saídas do negócio, e as receitas sujeitas a tributações, ou seja, impostos.

Lucro Arbitrário

É baseado no Imposto de Renda Pessoa Jurídica. É adotado através da iniciativa da própria Receita Federal em relação a movimentação financeira de determinada empresa.

Entenda como abrir firma [na_cidade]

Confira os pontos principais para abrir firma com facilidade

Os proprietários de empresas no Brasil iniciam seus grandes projetos a partir de grandes ideias e com isso passam a abrir a sua empresa . Quando se existe um caixa, uma reserva financeira para que esse projeto seja concretizado, é algo muito relevante.

Por isso, para quem se interessa fazer um investimento nessa ideia, fazendo com que ela saia do papel e se concretize, é importante que se pense em todos os fatores preponderantes para a abertura da firma .

O empreendedor precisa ter pleno entendimento dos pós e contras na abertura da firma  que dependendo do segmentos a ser trabalhado terá determinados pós e contras, como o contingente de prospectos ou da carência de mercado.

É por isso que sempre é necessário um bom planejamento para que se possa, como competência, abrir a firma . Isso, pois um bom planejamento não gerará sustos no decorrer da empresa.

Para abrir firma você precisa, também, estar preparado para encarar questões burocráticas centrais para poder regulamentar a sua empresa de forma cabível e correta dentro das questões legais do Brasil. A emissão de documentos e o enquadramento em questões legais, não é só uma obrigação, como credibiliza a gestão empresarial da sua empresa.

Confira, então, as dicas que temos  para dar para você quer quer abrir uma firma .Já para registrar a empresa que será aberta, é muito importante que haja o detalhamento das informações para a abertura da firma . Caso qualquer informação seja omitida na questão contratual, constrangimentos e problemas poderão surgir em médio e longo prazo. O que pode prejudicar a empresa em diversos aspectos.

RG, CPF, IPTU, seja do imóvel onde a firma será alocada, do titular da empresa e dos sócios, bem como as xerox simples e autenticas, precisam ser separadas com antecedência. Esses documentos são aqueles que são sempre pedidos em qualquer processo burocrático, por isso, já tê-los em mão é improntante para que esse registro sai cada vez mais rápido;

Após todas as definições contratuais, o passo conseguinte é a sua ida para efetivação na Junta Comercial da Cidade e no Cartório de Pessoa Jurídica.

Serviços de contabilidade [na_cidade]

Você que quer oferecer mais serviços de contabilidade , acompanhe esse artigo e tenha a resposta das suas dúvidas

Nos dias atuais, toda contabilidade precisa se destacar em determinado aspecto em relação aos seus concorrentes. Entretanto, muitos empresários do setor contábil está sofrendo com essa atualização do mercado, pois não sabe que estratégia promover para inovar.

Falta de tempo, falta de planejamento e medo, são os principais empecilhos quando falamos em inovação. Mas, para driblar esses atrasos, temos inúmeras possibilidades de se agregar valor a sua contabilidade, inovando ao oferecer serviços de contabilidade .Serviços exclusivo para pessoas físicas

As pessoas físicas e jurídicas são algo distinto entre si, porém, muitos empresários, devido a correria do dia a dia, acabam juntando essas contas que deveriam estar separadas. Oferecer um tipo de serviço direcionado a essa pessoa, de modo físico, é um diferencial e, ainda mais, estreitar mais o seu laço com o cliente, até porque além de cuidar do fator contábil de sua empresa, você estará o auxiliando no seu monitoramento financeiro pessoal.

Muitos empresários de primeira viagem ou pessoas que possuem um poderio financeiro minimizado em relação ao mercado, são as pessoas que possuem a maior probabilidade necessitar, além de um atendimento para  sua empresa, uma consultoria financeira pessoal.

Esse serviço de contabilidade específico pode ser inovador .

Serviço exclusivo para pessoas jurídicas

Empresas possuem problemas financeiros. Quer ver um exemplo? A Sondagem Industrial, divulgada pela Confederação Nacional das Industrias divulgou cerca de 38 pontos no índice de satisfação financeira e em torno de 30 0 o acesso ao crédito.

Mas não são apenas as industrias que possuem esses problemas, isso é uma vertente geral, independentemente do ramo ou setor. Ao se trabalhar com determinada empresa, a contabilidade, automaticamente, já tem acesso ao alguns números. Oferecer uma consultoria estratégica financeira, que ajudará o empreendimento dar uma guinada nas questões monetárias pode ser um diferencial da sua empresa.

Esse serviço de contabilidade pode parecer trivial, mas quando específico pode ser um agregador para a sua empresa

Serviço de alteração contratual

Muitas mudanças empresariais tendem a passar pelo contrato, o que requer uma atenção burocrática. Esse serviço de contabilidade pode ser feito pela sua empresa .

Muitas desas alterações, são em questões básicas que nem necessitam da figura de um advogado para serem efetivadas, são casos como: nome fantasia, razão social, sociedade, capital e objeto social, endereço etc.

É um tipo de serviço que pode ter um valor afixado ou acordado com o empresário. Além do mais, você pode fazer a tramitação desses documentos alterados para determinadas entidades, quando solicitado.Controle no patrimônio de empresas

Ta aí um tipo de serviço de contabilidade que pouquíssimas empresas fornecem . Os empresários acreditam que esse controle patrimonial são feitos apenas quando há emissão de notas fiscais.

Para um empresário que adquire esse tipo de serviço, ele economiza tempo, pois vê facilidade ao pagar os tributos necessário e ainda consegue controlar tais valores.

Emissão no documentos de empresas

Muitas empresas concorre licitações e pra isso precisa emitir muitos documentos, processo trabalhoso que pode ser substituído por um serviço de contabilidade eficiente. Isso agregará uma economia de tempo do seu cliente, que poderá investir sua energia em uma área mais específica e de seu domínio.

A contabilidade, nesses casos, podem atuar de duas formas: emitindo ou não a Certidão de Regularidade, processo de emissão mais trabalhos. Cabe justamente a contabilidade se fará o pacote de emissão completo, inclusive levando às determinadas localizações.

Planejamento tributário da empresa

A empresa precisa ter total controle quanto a sua saída, sabendo tudo o que entra e, principalmente, tudo que se retira do seu caixa. Alguns gastos são subjetivos, outros são triviais e alguns são contantes, geralmente mensais.

Uma gestão de planejamento de tributos fará com que a empresa tenha esse controle. Essa estimativa pode ser de forma prática e profissional pela contabilidade, já que naturalmente é um serviço de contabilidade que contém tais números.

Há obrigatoriedade fiscal nesse planejamento, quem por outro lado, é “levado nas coxas” por muitas empresas. Por isso, a contabilidade assumir esse setor fará com que seja agregado valor no serviço de entrega de valor para o cliente, logo será um diferencial da contabilidade aos seus concorrentes.Planejar uma boa estratégia

Nesse caso, você pode planejar essa estratégia para o início da empresa ou no decorrer das suas atividades para o crescimento. Esse serviço de contabilidade analisa as saídas da empresa, suas despesas e impostos a serem pagos e ao planejar você efetua o quanto ela pode crescer.

Esse serviço de contabilidade é o plano de crescimento do negócio e trabalhar junto com uma contabilidade pode somar muito na gestão empresarial do empreendimento e estreita os laços de relacionamento contabilidade e empresa.

Digitalizar a contabilidade 

No século atual todo serviço de contabilidade precisa ser digitalizado. Essa situação, faz com que a contabilidade fique cada vez mais conhecida e a produtividade entre produtividade e rapidez venha ser um diferencial do escritório.

Fora isso, o serviço de contabilidade online armazena os documentos em uma espécie de nuvem para que o empreendedor venha trabalhar em qualquer lugar .

O que é um departamento pessoal [na_cidade]

O departamento pessoal é o braço direito da empresa , a auxiliando no processo de gestão

O departamento pessoal é extremamente importante, quiçá fundamental, para que as questões profissionais dentro da empresa sempre venham se manter organizada.

Mas o seu sucesso e a sua importância se dão através da forma que ele é aplicado nas empresas, da sua pasteurização até suas peculiaridades do processo.

Trabalhar com questões humanas, bem como empresas, em si, é uma forma bem subjetiva. Já que pessoas são diferentes em personalidades bem como empresas têm suas diferenças em segmentação.

Para isso, precisamos entender como funciona o processo de departamento pessoal nas empresas e a sua importância.

  • Saiba o que é o departamento pessoal 

É o setor responsável pelas questões humanas da empresa. O departamento pessoal é quem precisa estar próximo de todas as questões pessoais e burocráticas dos funcionários. Relacionado ao corpo de funcionários, o departamento pessoal precisa estar a parte, seja as questões remunerativas, quanto folhas de ponto, protocolo de atestado, férias etc.

Todas as questões burocráticas, de papeladas e documentação dificilmente passam diretamente ao funcionário, mas, antes, precisam passar pelo departamento pessoal fazer uma triagem ou até mesmo resolver esses encargos.

departamento pessoal tende a ser ágil e eficiente na relação empresa e funcionário .

  • Funcionalidades do departamento pessoal 

Documentação

Quando um funcionário agrega a equipe da empresa precisa estar com todos os documentos em ordem, checados e aprovados pelo departamento pessoal. O contrato com esse funcionário, bem como a assinatura na carteira de trabalho e a folha de ponto, informação de escalas, para que o indivíduo comece a trabalhar também vêm de responsabilidade do departamento pessoal.

O erro em qualquer uma dessas etapas pode acarretar em processos trabalhistas, do estado ou futuramente do próprio empregado.

Acompanhamento

O que não é algo esporádico, precisa, sim, ser frequente. Essa fiscalização é positiva para empresa, no que tange a comprovação do bom andamento dos processos, e ao empregado, que pode reivindicar com propriedade adicionais noturnos, horas extras etc.

Por isso, o departamento pessoal é o responsável pela montagem das escalas e entender a colocação de cada funcionário para que não venha a desmerecê-lo em sua remuneração ou também não se “engabelado” a pagar mais por um funcionário que trabalhou menos.

Prejuízo e processos judiciais são os extremos que podem chegar os erros nestes setores.

Pagamento

Para o funcionário, é a melhor hora. Para o departamento pessoal, a pior. A folha de pagamento é o terror da galera de relações públicas, pois vai além do salário, mas adentra o recolhimento do fundo de garantia, sindicato da categoria em questão, imposto de renda, INSS etc. O não cumprimento de um desses pagamentos pode gerar problemas para empresa e até mesmo para o funcionário, que muitas vezes nem tem muito a ver com a falha.

Por outro lado, todos esses pagamentos, bem como os cálculos corretos são fundamentais para que a empresa [na-cidade] tenha o controle adequado de quanto paga para o funcionário e se essa remuneração adentra os termos contratuais negociados.

Nesse caso, o departamento pessoal trabalha em conjunto com o departamento contábil ou com o escritório de contabilidade responsável pela determinada empresa. Enquanto o departamento pessoal abastece a contabilidade de informações, o setor contábil calcula todos os impostos, contribuições e pagamentos.

Gestão Pessoal

Licenças, atestado, afastamento, férias. Isso tudo desfalca uma equipe e cabe o departamento pessoal da empresa tomar as providências necessárias.

As férias precisam ser montadas dentro de um calendário onde não saia mais de um funcionário do mesmo setor. Além do mais, esse monitoramento de tempo de retorno, banco de horas etc, precisa ser feito pelo departamento pessoal que documenta todos esses processos.

Fora isso, afastamento para entrada em INSS e protocolação de atestados em arquivos ou sistemas internos da empresa também são de responsabilidade deste departamento.

Representação

É o departamento pessoal da empresa que representa a entidade junto a órgãos públicos. A emissão de arquivos que afirmam a regularidade da empresa junto a tais órgão, como Receita Federal, CIPA e o gerenciamento de registro trabalhistas, através o recebimento junto a esses determinantes órgãos públicos, fazem parte das funções do departamento pessoal .

  • O departamento pessoal é importante numa empresa?

É de responsabilidade do departamento pessoal o cumprimento de leis e normas trabalhistas, sendo assim, um departamento pessoal eficiente livra a empresa de passivos.

Além de ser o setor ordeiro da empresa, que organiza todos os tramites burocráticos e organiza todo o montante de papelada. A tendência é de maior que for a empresa, maior será a responsabilidade do departamento pessoal.

O departamento pessoal também é o responsável pela mediação da empresa com determinados órgãos públicos. Esses processos acontecem dentro da emissão de guias, declarações e documentos para que o empreendimento siga regularizado através destas juntas públicas. Fora a fiscalização do bom andamento da empresa , evitando, assim, processos trabalhistas.

Abertura de empresa [na_cidade]

Confira o passo a passo para a abertura da sua empresa pelos sistema MEI, ME, EPP ou LTDA

Na maior parte do tempo, cliente e contador estão em contato, mas esse contato inicial é feio, geralmente, no processo de abertura da empresa onde a contabilidade atua diretamente no processo de abertura ou como um assessor de decisões ao responsável pelo estabelecimento.

Por isso este post foi feito para quem está no caminho da abertura de sua empresa , a ideia é auxiliar respondendo todas as dúvidas em questão.

E a primeira coisa que o empresário precisa entender são os mercados de atuação no qual eles pode atuar. Quando inicial, o empreendedor pode atuar de forma individual, abrindo o MEI. Empresas de porte pequeno, podem abrir ME, microempreendedor (ou EPP, empresa de pequeno porte). Agora, sem teto de lucro, a opção que fica é a empresa de sociedade limitada (LTDA).Microempreendedor Individual

Os documentos necessários para a abertura do MEI são: RG, CPF, comprovante de residência, título de eleitor, comprovante de residência do estabelecimento (caso seja diferente da sua residência pessoal), última declaração do imposto de renda, atividades que a empresa irá exercer e nome fantasia.

Para fazer o cadastro, basta o empreendedor acessar o Portal do Microempreendedor Individual, já que o processo é totalmente virtual e ao realizá-lo bastará o empreendedor inserir os documentos acima nos campos selecionados.

Nesta ocasião, ao realizar abertura da empresa  por meio do MEI, o empreendedor apenas pagará 5% do salário mínimo pela tributação, o governo incentiva essa modalidade de abertura da empresa, por isso cobra o valor do DAS. Por outro lado, o ganho tem um teto de 5 mil anuais e vai até 60 mil reais.

É sempre bom refrescar a memória, que nessa ocasião o dono do negócio não poderá inserir mais ninguém na abertura da empresa.

 Microempresa (ME)/Empresa de Pequeno Porte (EPP)

 LTDA

Diferentemente das microempresas, tanto de pequeno porte quanto as individuais, as empresas limitadas não possuem limitação de lucro em seu capital financeiro, mas impreterivelmente precisa ter uma sociedade, sendo assim, formada por duas ou mais pessoas.

A documentação é inicial segue idêntica as dos processo anteriores, sendo: RG, CPF, comprovante de residência, título de eleitor, comprovante de residência do estabelecimento (caso seja diferente da sua residência pessoal), última declaração do imposto de renda, atividades que a empresa irá exercer e nome fantasia.

Para abertura da sua empresa pelo sistema LTDA, precisará, também, ter um contrato social. Nisso, é importante que o empreendedor tenha bastante atenção em todas as clausulas.

Nessa modalidade, a abertura de empresa também exigirá uma atenção na qual muitos consideram banais, mas que é importante, que é a escolha do nome. A empresa terá que fazer, nesse caso, uma ampla procura no mercado para não plagiar nenhuma outra empresa.

Após a escolha do nome, preencha a ficha de FCN, prepare a capa e entregue o processo na junta comercial .

Contabilista x contador: conheça as diferenças e busque um contabilista [na_cidade]

Você sabe a diferença entre cotador e contabilista? Tire essa e outra dúvidas sobre o tema

Antigamente, o contabilista era popularmente conhecido como “guarda-livros”, pois acenava-se que era uma espécie de auxiliar do contador, este graduado em ciências contábeis.

De acordo como Decreto Lei9.295/46, o Conselho Federal de Contabilidade foi descrito apresentando as diferenças entre o técnico e o profissional do meio contábil, mas não exibe com clareza o termo contabilista.

Na prática, atualmente, o contabilista é o técnico em serviços contábeis, entretanto na teoria os termos geram certas diferenças entre si, colidindo com os contadores e os, mais recentes, Profissionais de Contabilidade.

Vide tudo isso, é essencial que você, ao buscar um contabilista  saiba as diferenças entre o profissional técnico e o contador.

A confusão de tudo isso dá, pois existem profissionais bacharelados em ciências contábeis e que, na teoria, são contadores, mas atuam como contabilistas, sendo um “servente de pedreiro” ao contador, com o perdão da comparação pouco proporcional.

Para tentar uniformizar a situação, o Conselho Federal criou o termo “Profissional de Contabilidade” que contempla a função de ambos os profissionais (técnicos e superiores), mas, ainda sim, a única coisa que essa definição feita em 2012, conseguiu, foi gerar mais dúvidas quanto a termologias.Então, qual é a função do contador?

Ele é formado em ciências contábeis, diferentemente do contabilista. Essa formação dá o direito ao contador transitar em algumas áreas que o contabilista não consegue, como: ser auditor, perito, atuar no marcado de seguros, controladoria e gerir empresas contábeis.

A função primordial do contador é tomar conta do setor econômico e financeiro da empresa, ou seja, o seu patrimônio. Ele pode, também, assessorar o presidente da empresa em decisões como negociações, abertura de firmas etc. Sendo assim, ele precisa contextualizar as ideias sugeridas pelo CEO dentro das questões tributárias, já que a ideia é que o empresário pague o mínimo possível de impostos, além disso, ele projeta dividendos, balanços mensais e faturamento.

Há a necessidade de que o contador tenha entendimento de todos os serviços contábeis da empresa em que ele acompanha. Segundo a legislação nacional, os livros de contabilidade são obrigatórios, sendo assim , é de função do contador o escriturar tal livro e deixar em ordem tudo que cerca a contabilidade. Essas funções adicionais do contador em relação ao contabilista ajuda a explicar a diferença dos termos e direcionar a função do contabilista  como um “guarda-livros”, como foi conhecido popularmente por algum tempo, já que faz alusão do profissional auxiliar, que faz tarefas secundárias.

Soma-se tudo isso, então, e ainda inclua a responsabilidade de perícias judiciais e extrajudiciais, levantar e revisar balanços e todas as demais demonstrações financeiras da empresa, revisar escritas, validar haveres e assistir os Conselhos Fiscais, isso quando trata-se de sociedade anônima. O contador realmente precisa estar bem atento a tudo o que cerca sua empresa.